• Post author:
You are currently viewing O que é CTA Call To Action? Como fazer chamada para ação

Se você é um entusiasta do marketing digital ou já atua na área, você deve saber o que é o CTA. 

Caso não, você já deve ter visto essas três letrinhas inscritas em algum material. Ela significa “Call To Action”, no português significa “chamada para ação”

Muita gente tem a dúvida: “o que é CTA”? E trata-se justamente de chamar o cliente para ação, a partir de uma frase que esteja relacionada com um link, naquele momento. É muito eficaz, porém é necessário fazer da maneira correta.

Ela é uma ferramenta relevante para todos que atuam querendo converter leads em clientes ou até mesmo visitantes em leads. Por isso, é preciso que você tenha total atenção na hora de criar um CTA.

Neste artigo, explicaremos o que é CTA e como você pode usá-lo ao seu favor! Fique tranquilo! Aperte os cintos e entenda o que é CTA, qual seu objetivo e, ao final, daremos um passo a passo de como usá-lo de forma efetiva.

O que é CTA?

O papel desse recurso é fazer com que o seu cliente ou visitante tome alguma ação. Essa ação deve refletir em um propósito para sua empresa. 

Seja aumentar o número de cadastros, vender ou simplesmente fazer com que aquele cliente tenha uma experiência contínua.

Inclusive, a experiência contínua é um dos principais papéis do CTA. Até porque, ele influencia, diretamente, em você mandar um usuário de uma página para outra ou até mesmo para a página de vendas

Muitos produtores digitais, por exemplo, usam esse recurso para fazer o cliente comprar.

Com isso, podemos ter a certeza que o CTA é um ponto crucial no processo de conversão. É sempre interessante e muito importante escolher qual é o formato dele, em qual momento do texto colocar e analisar o seus resultados posteriores para melhorias futuras.

Portanto, se você quer ter sucesso em seu texto, não deixe esse elemento ser descartado dele. É necessário usá-lo com cautela e objetividade.

Qual é o objetivo do CTA?

Como falamos no tópico anterior, esse recurso é utilizado para chamar o cliente para tomar uma ação. Neste caso, ele meio que dá uma ordem ao cliente. É necessário que seja bem feito!

Mas o que é CTA bem feito? É aquele que faz o cliente ter desejo de clicar na mensagem e ser direcionado para uma página posterior ou tomar alguma ação naquela mesma página. Não é uma ciência exata, vai depender do seu público e do seu cliente.

Nada vai funcionar, se o seu cliente não se sentir interessado em que carro. Por isso, cada vez mais o modelo de criar o CTA está mudando. Isso porque ficou muito “viral”, aquilo de “clique aqui”, “faça agora”. 

Mas se eu fizer uma entonação diferente: “quero ser milionário esse ano”, “quero perder 7kg em um mês”, é bem diferente. Percebeu?

Preciso ter um CTA?

Tudo depende. Como falei, ele não é uma ciência exata e precisa ser muito estudado para que você não faça besteira. No entanto, você deve saber também que trata-se de um elemento essencial para definir o sucesso do seu texto.

A gente precisa sempre contextualizar o CTA. Não adianta eu não falar nada já chamar o cliente para ação. Qual foi o convencimento que eu tive sobre ele? Nenhum! Eu preciso criar um texto bem trabalhado e no final chamar esse cliente para ação. 

E quando a gente fala em texto, a gente fala de modo geral. A gente não precisa simplesmente limitar que você tem a deve ser somente usar o CTA, no seu blog ou site. 

Em uma campanha de e-mail marketing, por exemplo, é importante que você também use o CTA.

Mas respondendo a pergunta deste tópico. Sim! Você precisa de um ser tear para que o seu cliente sinta o interesse ou desejo de se mover

Ele precisa se movimentar de alguma forma para que você tenha resultado. Seja o seu resultado, a conversão em vendas, visitas ou visualização de algum produto lançamento você queira.

E não esqueça nunca: deixe a sua página ou seu artigo pronto para colocar o CTA no momento correto.

Como escolher o CTA certo?

O que é CTA certo? Isso vai depender do modelo que você usa no seu blog e do perfil do seu cliente. 

Por exemplo, tem um blog que o cliente gosta de ler o texto e ter também a multimidialidade com a imagem. Neste caso, alguns redatores sugerem que o time de design use um CTA naquela imagem. 

Já outros, preferem usar realmente no texto. Portanto, vai depender do momento que o seu cliente está e da jornada que ele está.

Por exemplo, vamos supor que você tem um texto sobre emagrecimento. Você está falando sobre os benefícios de uma dieta, para fazer com que o leitor contrate a consultoria em emagrecimento de uma empresa de saúde.

Qual seria a maior frustração do seu cliente? Estar acima do peso e com dificuldades para perder gordura com rapidez. Então essa é a principal dor que ele tem.

Se ele já está no seu texto, ele buscou por outras informações também, em outros blogs por portais. Neste caso, não adianta simplesmente colocar um CTA “emagreça agora”.

Você pode pegar a dor daquele cliente e trabalhar em cima da sua chamada pra ação. Por exemplo: “Perca agora 12kg em um mês, sem passar fome e sem se matar na academia”

As duas opções que eu coloquei. Qual seria a mais atraente? A segunda. O foco sempre deve ser na persona do texto!

Qual é o formato de um CTA?

Existem vários formatos deste recurso. As campanhas publicitárias geralmente usavam um CTA, em um panfleto, por exemplo. 

Sempre que o consumidor lia até o final, as mensagens daquele panfleto, tinha uma chamada para ação. Geralmente, era pra ligar pra empresa ou buscar mais informações sobre o produto que está sendo oferecido.

Com avanço do digital, a utilização de blog vem sendo o carro chefe para que esse recurso tenha mais precisão e conversão.

Estamos falando dos blog posts. Um formato que pode ser utilizado no final do artigo, até afirmar que esse é o mais popular. Porém, tem empresas que usam no meio e dá certo.

Existem também os botões, banners que podem ter uma chamada para ação, links dentro de um texto e etc. 

Mas vale lembrar, que nós escrevemos textos e para estes, os CTA’s de “acesse agora”, “clique aqui”, não servem. Geralmente, são para os botões.

Nos artigos, você pode embutir o link do CTA dentro de algum momento do texto ou mesmo no final. 

A missão é fazer com que o leitor chegue até o final, tenha uma boa experiência com aquele artigo e clique no CTA para tomar a ação que seu cliente deseja.

Quando se trata de texto para blog, o CTA é no final do texto! Jamais esqueça disso.

Estágios de funil para o CTA

Topo

Esse é o primeiro estágio do funil de vendas. É a primeira etapa, na qual você atrai o consumidor para ler o seu conteúdo. Esse momento é aquele de conscientizar o leitor que ele tem problemas e que precisa de soluções.

Geralmente, um CTA para topo de funil, é aquele que você convida um leitor para ler um post seguinte ou um post que já aconteceu alguns dias e vai fazendo ele entrar num ciclo ali. 

Meio

Nesse momento, o leitor já tem uma familiaridade com o seu conteúdo. Depois que você faz ele passear por outros links, você pode convidá-lo, por exemplo, para assinar a sua newsletter. 

O CTA deve criar uma intimidade com o leitor. A ponto de que você tenha liberdade para “entrar na sua casa”.

Fundo

E aqui é a parte em que o CTA fica mais agressivo. Geralmente, neste momento e quando acontece a conversão. É para o fundo de funil que você tem que reservar o seu melhor CTA!

Em uma boa parte dos conteúdos, esse estágio já serve para gerar vendas! O seu interesse maior é gerar resultados.

Até porque quando o cliente chegar nesse estágio de funil, ele já está pronto para comprar o produto. 

Ele tem consciência que tem um problema que precisa ser solucionado com a sua solução!

Quatro passos para construir um bom CTA

Ofereça algo que realmente vale a pena clicar!

Quando o leitor está entusiasmado lendo um texto, ele precisa que a chamada para ação realmente seja bem feita

Se ele já está preso naquela história que está sendo contada ou naqueles parágrafos que estão sendo escritos de uma forma explicativa, ele não vai querer parar do nada.

No entanto, se você oferecer pra ele uma chamada para ação que não vale a pena clicar, ele vai acabar ficando decepcionado. 

O que é CTA que vale a pena clicar? No caso, você tem que escolher uma chamada para ação que leve o leitor para algo que tenha relação com o que ele está lendo. Desta maneira, você está oferecendo um CTA, que vale a pena ser clicado.

Use gatilhos mentais

Os de gatilhos mentais servem para persuadir o leitor a tomar uma ação. Eles também podem ser usados na chamada para ação. 

Serve como induzir ele a aplicar, utilizando as palavras para resolução de um problema ou atração de um desejo.

Vamos supor que sua persona está querendo morar sozinha, mas tem pouco dinheiro para alugar o apartamento. Neste cenário, um gatilho da escassez, por exemplo, pode ser uma boa opção.

Por exemplo: “Alugue agora as últimas unidades de apartamento com primeiro aluguel grátis”. Não estou dizendo que tem que ser desse jeito, é só uma possibilidade.

Use verbos no modo imperativo e infinitivo

Use verbos que demonstram ação, que peça ao cliente ou leitor para tomar alguma ação. 

A exemplo de verbos como “veja”, “compre”, “faça”, que trazem a impressão de ação, são os melhores para utilizar em CTA.

Crie conexão com seu texto

A chamada para ação pode não ter nada a ver com o que o seu texto está falando, mas você vai ter que criar uma conexão imediata para que no final das contas faça sentido.

O leitor terá que executar uma ação, a partir da conexão com os textos. A conexão deve ser rica, que proporciona curiosidade e persuasão sobre o leitor.

Que tal usar a palavra-chave no seu CTA?

Se a sua intenção é chamar o seu leitor para ação e proporcionar ranqueamento no Google, uma opção é que seu CTA também tenha uma palavra-chave

Caso você ainda não saiba qual é a influência de uma palavra chave sobre um texto e a sua importância para fazer o seu material ranquear no Google, você precisa entender melhor sobre isso. 

A palavra-chave certa para fazer a página aparecer no Google, em conjunto com um ótimo CTA pode fazer um artigo ter um grande sucesso!

A concorrência é grande, mas ainda dá tempo! Saiba agora como usar uma palavra-chave para deixar o seu artigo na primeira página do Google!

Pedro Ferro

Sou um apaixonado por escrita criativa, copywriting e storytelling. Atuo como redator especialista em SEO e repórter de TV há 3 anos. Meu maior prazer é poder contar histórias, solucionar dúvidas e resolver problemas através do meu trabalho. Uma das minhas missões é fazer a diferença e ser a própria diferença.