You are currently viewing O que é Topic Clusters e como desenhar a estratégia para gerar tráfego e Leads

Organização é a chave para que qualquer coisa consiga ir para frente.

Você já deve ter se aborrecido, por exemplo, ao procurar algo em uma loja e não encontrar no local que deveria estar.

Ou deve ter tido aquele mal-estar de entrar na casa de uma pessoa — ou na sua própria — e se deparar com tudo de perna para o ar.

Esses são os efeitos negativos da desorganização que, com certeza, você não quer na produção de conteúdo do seu site ou blog.

Para evitar isso existe uma técnica já muito difundida e que pode ser aplicada com facilidade em sua estratégia de conteúdo, sobretudo com o auxílio das ferramentas ideais.

Neste post falaremos sobre os Topic Clusters, detalhes dessa estratégia e muito mais.

Quer mais tráfego e leads? Leia este material até o fim.

Boa leitura!

O que são Topic Clusters?

Topic Clusters são boas práticas para organização de uma estratégia de conteúdo a partir de um post central e seus desdobramentos. Os Topic Clusters são úteis para o leitor e para o Google.

Em resumo, os Topic Clusters são constituídos de um conteúdo central, também chamado de página pilar, construído a partir de outros conteúdos menores, que fazem referência para o conteúdo central e vice-versa.

Desse modo, o conteúdo central, por ser mais completo, consegue ranqueamento melhor no Google enquanto distribui sua autoridade para os menores. Ao mesmo tempo, os conteúdos menores também beneficiam o conteúdo central.

O que significa Topic Clusters?

“Topic Clusters” é uma expressão cunhada pela Hubspot.

E você sabe muito bem que o pessoal do marketing no Brasil já gosta de americanizar tudo, não é?

Por isso ninguém se deu ao trabalho de traduzir essa expressão e, nos meios de marketing de conteúdo, todo mundo fala topic cluster mesmo.

Topic” é uma palavra que pode ser traduzida diretamente por “tópico”. O sentido dessa palavra no português, no entanto, pode ficar perdida entre as tantas definições possíveis no dicionário.

A nós interessa o sétimo significado destacado, portanto, a de “ponto principal” ou “assunto”.

Cluster” também tem um sentido amplo em inglês, mas pode ser entendida como “grupo” ou “agrupamento”.

Topic Cluster, portanto, tem um sentido aproximado de agrupamento de assuntos.

Como funciona a estratégia de Topic Clusters

Topic Clusters é uma estratégia que agrupa certos temas a partir de um assunto principal.

Como dissemos, é uma forma de organização e de otimização do conteúdo para a geração de resultados mais completos para SEO.

O conteúdo principal é definido a partir do assunto majoritário ou primordial do blog, enquanto os demais são assuntos que, embora também importantes, formam o assunto principal.

De forma bastante didática, o esquema a seguir traduz no que consiste a estratégia de Topic Clusters:

Onde surgiu Topic Clusters?

O termo Topic Cluster foi usado pela primeira vez pela Hubspot, que também foi responsável por propagá-la e difundi-la.

A expressão surgiu da necessidade de exprimir uma série de mudanças que estavam ocorrendo no SEO como consequência da mudança no comportamento do usuário.

Antigamente, as pessoas pesquisavam por termos menores e mais amplos, as famosas palavras-chave de cauda curta.

Atualmente, no entanto, as pesquisas focam muito mais em palavras-chave de cauda longa.

Hubpost e sua equipe, a partir de 2016, fizeram uma série de pesquisas que levaram à conclusão de que, quanto mais interligações entre os conteúdos e, ao mesmo tempo, quanto maior o volume de links internos, melhor o posicionamento orgânico.

Pilares do Topic Clusters

A estratégia de Topic Cluster deve ser desenvolvida com bastante atenção, sobretudo porque exige um esforço de gestão bem intenso.

Resumidamente, os Topic Clusters contam com três fundamentos que, quando bem executados, garantem ótimos resultados com geração de tráfego e atração de novos clientes.

Os três fundamentos são: links internos, páginas pilares e clusters. Explicaremos cada um deles a seguir:

Links internos

Existe uma lógica por detrás do Google, e tal lógica precisa ser compreendida e aplicada à prática para que um site tenha bons resultados com SEO.

Uma parte significativa dessa lógica está associada aos links internos, sendo a base da estratégia de Topic Clusters.

Para o Google, os links internos — aqueles links em suas páginas ou conteúdos que apontam para outras páginas ou conteúdos — representam a hierarquização das informações do seu site.

Na estratégia de Topic Clusters, o post cluster deve linkar para o pilar, enquanto o texto pilar deve linkar de volta para seus clusters.

Páginas pilares

Já as páginas pilares são aqueles conteúdos centrais daquele grupo de conteúdos e palavras-chave.

Para defini-las é preciso identificar a palavra-chave principal dentro daquele assunto. Além disso, é essencial que o tema pilar esteja ligado diretamente ao seu negócio, a produtos ou dores resolvidas por suas ofertas.

A página pilar é feita tendo em mente que precisa ser a mais completa do site, ou pelo menos daquele grupo de conteúdos.

No decorrer do texto devem ser mencionados, em forma de subtítulos, os clusters, com uma abordagem mais resumida e linkagem para o post cluster.

Clusters

Os posts clusters são aqueles que nascem da página pilar.

Todos aqueles tópicos abordados resumidamente na página pilar agora será aprofundado em posts secundários, individualmente.

Geralmente, embora não seja regra, os posts clusters são de meio e fundo de funil, por isso são mais específicos.

Toda a conexão entre clusters e página pilar deve ser feita por meio dos links. Por isso os conteúdos devem ser desenvolvidos de forma estratégica e praticamente em conjunto.

Exemplo de estratégia Topic Clusters

Confira, a seguir, um exemplo da estratégia de Topic Clusters na prática:

O print foi tirado de uma estratégia montada na plataforma Texto Para Blog. Note que, aqui, há algumas novidades a mais sobre o que vimos até aqui: os clusters secundários.

Embora não sejam obrigatórios em uma estratégia de Topic Clusters, os clusters secundários são posts que desmembrar dos clusters.

É um aprofundamento ainda maior de algum tópico abordado no cluster.

Como criar uma estratégia de Topic Clusters

Uma estratégia de Topic Clusters exige uma grande dedicação. No entanto, executar tal estratégia é muito eficiente e representa uma verdadeira revolução nos resultados orgânicos de um blog ou site.

Existe um passo a passo que pode auxiliar no planejamento e desenvolvimento de uma estratégia completa de Topic Cluster. 

Ao aplicar esse passo a passo sua estratégia de conteúdo alcançará outro nível, com muito mais tráfego, leads e retorno sobre investimento.

Isso porque o Google irá indexar melhor seus conteúdos, além do usuário conseguir navegar e ter uma experiência muito mais positiva com sua marca.

Encontre um tema central

O primeiro passo para criar uma estratégia de Topic Cluster é encontrar um tema central.

Esse tema central será aquele que irá compor a página pilar e todo o seu conteúdo, além de orientar o ritmo do conteúdo nos posts clusters.

Para encontrar o tema central você pode, por exemplo, partir das dores mais comuns da sua persona e identificar as pesquisas mais frequentes relacionadas a essa dor.

É possível, ainda, partir do próprio negócio, levantando as principais formas de atuação e produtos da empresa.

Faça uma pesquisa de palavras-chave

Tanto para identificar o tema central como para definir as páginas clusters, uma pesquisa de palavras-chave será essencial.

Essa pesquisa pode ser feita em sites como o Ubersuggest, planejador de palavras-chave do Google Ads, Google Trends, SEM Rush, etc.

As palavras-chave devem ser a base do conteúdo produzido para garantir que o material consiga ser encontrado pela persona durante as pesquisas no buscador.

É importante também, durante a pesquisa de palavras-chave, identificar a intenção de busca, ou seja, aquilo que o usuário realmente deseja encontrar com aquela pesquisa.

Defina os temas clusters

Após encontrar os temas pilares e fazer uma boa pesquisa de palavras-chave, chegou o momento de definir os posts clusters.

Esses posts são aqueles que irão ser referenciados durante o tema principal, aprofundando assuntos abordados apenas superficialmente neste último.

Uma dica importante para encontrar temas clusters: use a ferramenta Answer The Public, que mostra palavras-chave de long tail que podem compor seu planejamento de postagens e temas.

Esse é um passo muito importante, porque as palavras-chave dos temas dos posts clusters devem ser estrategicamente assertivas, pois precisarão ser linkadas no desenvolvimento do post principal.

Organize tudo isso visualmente

Chegou o momento de organizar isso visualmente.

Essa organização é essencial para que o gestor de conteúdo consiga orientar a equipe própria de redatores ou os redatores freelancers.

Além disso, deixar as coisas bem claras visualmente ajuda a não permitir passar nenhum link (e, lembrando: todo link importa).

Essa organização pode ser feita em um Excel, por exemplo, mas as chances de você se confundir são grandes.

Existem plataformas que facilitam esse trabalho, como o Texto Para Blog, que entrega uma área exclusiva para planejamento e organização visual de toda a estratégia de Topic Clusters.

Crie o conteúdo com links internos

E depois de todo esse planejamento chego o momento de criar o conteúdo.

Aqui é preciso dar atenção a algumas boas práticas:

  • preferencialmente, o conteúdo deve utilizar como texto âncora a palavra-chave exata do artigo ao qual faz referência;
  • no caso dos textos clusters, é recomendado colocar um link para o post principal logo no começo do texto;
  • o conteúdo pilar deve ser o mais abrangente possível;
  • enquanto o post cluster precisa ser o mais específico que conseguir;
  • o conteúdo pilar, por ser denso, deve conter elementos visuais como imagens, infográficos, vídeos, etc., de modo a conseguir aumentar a retenção do leitor;
  • os posts clusters podem virar materiais ricos.

Publique o conteúdo

Depois de seguir todos os passos, chegou a hora de publicar o conteúdo.

Como o tempo é um fator importante para o ranqueamento, experimente postar primeiro o post pilar e, com o tempo, liberar os posts clusters.

Mas não esqueça de, a cada nova publicação, fazer a linkagem e solicitar uma nova indexação das páginas no Search Console.

Pontos de atenção para os posts de blog

O Texto Para Blog decidiu separar uma seção só para falar sobre os conteúdos produzidos na estratégia de Topic Clusters, afinal, esse é justamente o nosso forte.

As dicas que nossos especialistas reuniram são boas práticas recomendadas para todo tipo de post, mas sobretudo para aqueles produzidos para Topic Clusters.

Confira, a seguir, alguns pontos de atenção que precisam ser observados na hora de produzir um post dentro da estratégia explorada nesse artigo:

Não faça uso repetitivo da palavra-chave

A palavra-chave é muito importante para um conteúdo, no entanto, foi-se o tempo em que repeti-la era sinônimo de ranquear bem no Google.

O cenário hoje é bem diferente. Os buscadores priorizam páginas que usam as palavras-chave naturalmente, ou seja, não forçada.

Por isso, use sim as palavras-chave, mas respeite sempre a fluidez do texto e o contexto.

Páginas que contém palavras-chave em excesso são penalizadas pelo Google, por exemplo.

Coloque atributos alt nas imagens

Também vale destacar uma das dicas básicas de SEO e que por vezes é esquecida: a utilização dos atributos alt nas imagens.

Nós não mostraremos o como fazer porque cada CMS tem sua particularidade.

No entanto, reforçamos que esse atributo é importante para o Google, para que o buscador consiga ler as imagens.

Use as palavras-chave nos atributos alt, desde que faça sentido com o que está sendo apresentado na imagem.

Explore as palavras-chave secundárias

As palavras-chave secundárias podem ser exploradas nos dois tipos de posts citados até aqui.

No caso dos posts pilares, as palavras-chave secundárias geralmente serão aquelas que formarão posts clusters. No entanto, podem haver outras.

Agora, para os posts clusters, também é possível encontrar palavras-chave secundárias. Para fazer isso, use as ferramentas de pesquisa já citadas anteriormente.

Explorar palavras-chave secundárias ajuda a ranquear para termos além daquele definido como o principal, aumentando assim o potencial de resultados orgânicos.

A importância do Topic Clusters para SEO

Os Topic Clusters são essenciais para SEO.

Alguns especialistas ousam dizer que esta é a única estratégia que traz efetivamente resultados, o que significa que qualquer pessoa que deseja conquistar resultados com SEO deve pensar em Topic Clusters.

Os links são fatores de grande importância para SEO. O Link-Building, por exemplo, ajuda a construir a autoridade do domínio.

No entanto, ao lado do Link-Building, os links internos também fomentam bons resultados orgânicos.

Topic Clusters afetam os resultados orgânicos?

Sim, os Topic Clusters afetam os resultados orgânicos.

No início do nosso texto mencionamos uma pesquisa da Hubspot que fala sobre isso.

Para relembrar, agora com mais detalhes, confira os resultados obtidos:

Os pesquisadores Anum Hussain e Cambria Davies da HubSpot fizeram diversos experimentos de Topic Clusters em 2016.

Os testes mostraram um resultado bastante promissor: quanto mais links internos e interligações entre conteúdos, mais impressões os conteúdos conseguiam nos buscadores.

Isso gerava, obviamente, um tráfego maior.

Vantagens da estratégia de Topic Clusters

Até aqui já abordamos bastante sobre as vantagens da estratégia de Topic Clusters. Ficou evidente que os resultados são reais e você precisa começar a aplicar em seu plano de conteúdo.

Mas é possível que você não tenha se convencido a partir de tudo o que dissemos até aqui. Não se preocupe, ainda temos mais material para que você se aprofunde nesse assunto como em nenhum outro lugar da internet.

Confira, a seguir, algumas vantagens da estratégia de Topic Clusters:

Organização do conteúdo

Ainda que os Topic Clusters não apresentassem resultado nenhum — o que não é verdade —, o simples efeito prático de organizar o conteúdo já seria motivo suficiente para adoção da estratégia.

A fórmula de organização do Topic Cluster consegue organizar conteúdos como nenhum outro método consegue, sobretudo porque dá uma lógica geral a cada material produzido.

As ferramentas para Topic Clusters, nesse sentido, são mais que essenciais. Falaremos mais sobre elas ainda em nosso artigo.

Velocidade de criação de conteúdo

A estratégia de Topic Clusters traz uma maior velocidade para a criação de conteúdo, afinal, todos os posts deverão ser definidos e pensados estrategicamente com bastante antecedência.

Não vai acontecer, por exemplo, de você ter que definir às pressas os temas a serem abordados porque o redator está te cobrando.

Ou, pior, ter que pedir para o redator correr porque o seu superior está te perguntando sobre a publicação.

No momento zero do desenvolvimento da estratégia de conteúdo, com uma estrutura de Topic Clusters montada, seus temas estarão todos definidos e poderão ser facilmente pautados para a produção.

Harmonia entre os conteúdos produzidos

Vale destacar, ainda, que a estratégia de Topic Cluster garante uma harmonia sem igual nos conteúdos produzidos.

Sem uma estratégia de Topic Clusters, conteúdos que contam com temáticas próprias podem apresentar textos e estruturas muito próximas, prejudicando a experiência do leitor e fazendo-o deixar seu site.

Suponha que um blog sem uma estratégia de Topic Clusters tenha três posts com os seguintes títulos: “Marketing digital: como ter os melhores resultados”, “Marketing digital: principais ferramentas”, “Marketing digital: como escolher a rede social de atuação”.

Note que todos os temas acima poderiam estar dentro de uma estrutura de Topic Cluster. No entanto, sem essa estratégia, é bem possível que em todos os artigos os redatores explorem subtítulos como “o que é marketing digital?”.

Na jornada do leitor, dificilmente ele terá paciência de passar pelos três conteúdos, já que o início de todos será praticamente igual.

Distribuição de autoridade homogênea

Outro fator de vantagem para os Topic Clusters é a questão da distribuição de autoridade entre as páginas.

Ao usar Topic Clusters, as linkagens internas irão favorecer que a autoridade das páginas seja compartilhada.

No SEO, cada link referenciado, seja externa ou internamente, representa dizer para o Google “confio nessa página”.

Contudo, para o Google, a confiança é escassa, então ele não simplesmente dá de graça a confiança. Pelo contrário, o buscador empresta um pouco da confiança da página onde está o link e entrega para aquela que recebe.

Ou seja, com seus conteúdos estrategicamente ligados entre si, as autoridades irão se fortalecer mutuamente.

Maior autoridade para o domínio

O resultado de tudo isso não poderia diferir: o domínio como um todo cresce, inclusive para palavras-chave onde os resultados não eram tão bons assim.

Se atualmente o seu site tem notas baixas no quesito autoridade, experimente aplicar a estratégia de Topic Cluster.

Mais tráfego interno

Com uma grande quantidade de linkagens entre os posts, naturalmente haverá um maior volume de navegação entre as páginas.

Isso significa que um usuário que chega ao seu site, ao invés de consumir o conteúdo de apenas uma página, irá navegar por duas ou até três páginas.

Seu conteúdo irá gerar mais valor, causando assim um impacto mais positivo sobre o processo de vendas.

Dicas para ter sucesso na estratégia de Topic Clusters

Agora que você chegou até aqui, com certeza não lhe faltam motivos para aplicar a estratégia de Topic Clusters no marketing de conteúdo da sua empresa.

Com o material que trouxemos até aqui você já consegue fazer isso de forma excelente e, além disso, orientar o redator que estiver com você nesse projeto (se você não sabe onde encontrar redatores que consigam escrever dentro de uma estratégia de Topic Clusters, fique conosco até o fim).

Mas vamos te entregar ainda mais conteúdo!

A seguir destacamos algumas dicas para você ter sucesso em sua estratégia de Topic Clusters:

Crie uma estratégia a partir das dores da persona

O grande foco do Topic Clusters não é o Google e nem o ranqueamento orgânico.

O foco é a persona. O cliente está no centro de tudo.

Portanto, antes de pensar em estratégias de ranqueamento, pense em como seu conteúdo pode fazer sentido para o cliente.

Ao montar sua estratégia de Topic Clusters não é diferente: coloque as dores da sua persona como metas a serem resolvidas em seu conteúdo e, quiçá, como temas a serem abordados em posts pilares ou clusters.

Não ignore a pesquisa de palavra-chave

Apesar do funcionamento do Google estar bem diferente hoje em dia, cada vez priorizando mais contexto, sinônimos e intenção de busca, as palavras-chave não podem ser ignoradas.

Portanto, não inicie sua estratégia de Topic Clusters sem antes fazer uma genuína e profunda pesquisa de palavras-chave.

Só produza conteúdo que satisfaça alguma pesquisa ou palavra-chave.

Valide cada tema

Outro ponto essencial para garantir o sucesso do Topic Clusters é validar cada tema, ou seja, verificar se ele realmente faz sentido dentro da estratégia geral da sua empresa e, principalmente, para gerar valor ao seu cliente.

Como fazer isso? Através da descoberta da intenção de pesquisa.

A intenção da pesquisa diz respeito àquilo que o usuário quer encontrar ao fazer uma busca.

Para descobrir a intenção de uma determinada palavra-chave, basta pesquisá-la no Google. O próprio buscador já nos oferece insights sobre isso. 

Quer entender como fazer isso, na prática? Acesse o nosso post sobre keyword e palavras-chave.

Mensure todo o processo

Uma questão prática muito importante diz respeito à mensuração dos processos.

É essencial conseguir identificar se a sua estratégia está dando certo.

Para fazer isso, utilize ferramentas como o Google Analytics e Google Search Console.

Não deixe de mensurar. Conferir os resultados é tão importante quanto consegui-los.

Integre Topic Clusters com a jornada do cliente

Para finalizar nossas dicas para o sucesso da sua estratégia, uma coisa muito importante é buscar integrar os Topic Clusters com a jornada do cliente ou funil de vendas.

Como dissemos no início do nosso texto, embora não seja regra, é natural que os posts principais sejam de todo de funil, ou seja, de início da jornada, enquanto os clusters ocupem o meio ou fundo do funil, portanto, as etapas mais avançadas da jornada.

Ao desenhar sua estratégia de Topic Clusters em conjunto com a jornada do cliente, as CTA’s serão mais estratégicas e conseguirão conduzir o cliente por uma trajetória mais otimizada e com resultados.

Ferramentas úteis para Topic Clusters

Estamos chegando ao fim de nosso conteúdo.

Respire fundo e beba um gole d’água. Sabemos que foi muito conteúdo e tudo de forma bem intensa.

Mas não poderíamos deixar você ir embora sem antes apresentar algumas ferramentas que irão facilitar sua vida na hora de pensar na estratégia de Topic Clusters.

Conheça, a seguir, algumas delas:

Topic Research da SEMrush

A SEMRush conta com uma funcionalidade específica para o desenvolvimento de Topic Clusters.

Por meio dessa ferramenta é possível pesquisar por palavras-chave e mapear possibilidades de temas para clusters.

Além disso, oferece recursos que ajudam na construção do conteúdo, como as últimas notícias, vídeos do YouTube sobre o assunto, etc.

O problema dessa plataforma, no entanto, está em não conectar o plano de Topic Clusters com redatores qualificados.

Answer the public

A ferramenta Answer The Public é incrível para encontrar novas palavras-chave.

Ao digitar uma palavra-chave no campo de busca, imediatamente a ferramenta irá gerar centenas de opções de expressões e palavras-chave de long tail que poderão virar conteúdos clusters.

É importante, no entanto, sempre usar outra ferramenta para validar se há volume satisfatório de pesquisa para as sugestões geradas.

Ubersuggest

Outra plataforma que ajuda na hora de encontrar palavras-chave é a Ubersuggest.

Essa plataforma oferece diversas opções que podem ampliar suas alternativas de temas para clusters.

Ao digitar sua palavra-chave principal, a ferramenta irá gerar uma série de sugestões, perguntas, e comparações que podem virar posts clusters.

Assim como todas citadas até aqui, o ponto negativo é que não conecta o plano de Topic Clusters com redatores capacitados.

Google

O Google também é uma ótima opção para encontrar palavras-chave para integrar o plano de Topic Clusters.

Ao digitar uma palavra-chave na barra de pesquisa, por exemplo, algumas possibilidades surgirão no autopreencher.

Além disso, na própria página de resultados, as pesquisas relacionadas também servem como fonte de insights.

Texto Para Blog

Por fim, mas não menos importante (muito pelo contrário!), temos o TextoparaBlog.com.

TextoparaBlog.com é uma plataforma criada para ajudar o gestor de conteúdo a resolver seus problemas com as demandas de produção de conteúdo.

Com uma base de redatores especializados (diferentemente de todas as ferramentas citadas até aqui), a ferramenta de Topic Clusters da plataforma TextoparaBlog.com permite organizar a estratégia visualmente, além de fornecer acesso ao controle do fluxo de produção e aprovação dos textos e métricas de performance.

A ferramenta de Topic Clusters é gratuita para clientes que usam o TextoparaBlog.com para contratar redatores especializados para as produções de seus conteúdos.

Atualmente, no entanto, você deve estar se perguntando: será que vale a pena contar com uma agência de conteúdo — como o Texto Para Blog — para produzir meus posts, ou é melhor contratar freelancers por conta própria, ou investir em um time interno de conteúdo?

Acesse o material que preparamos respondendo a todas essas perguntas sobre comprar texto para blog: Onde? Como? Vale a pena?

Marcos Favero

No marketing de conteúdo desde 2018, minha atuação profissional é marcada pela flexibilidade, já que consigo escrever para mercados diversos e distintos, como agronegócio, desenvolvimento pessoal, tecnologia, marketing, finanças, espiritualidade e muito mais!